Eleitores de Campo Florido, no Triângulo Mineiro, voltam às urnas para escolher novo prefeito

Os eleitores de Campo Florido voltam às urnas neste domingo (2) para eleger novo prefeito e vice. A votação começou às 8h e segue até 17h. Ronaldo Castro Bernardes, eleito prefeito em 2016, foi considerado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por ter tido contas públicas rejeitadas. Desde então, o presidente da Câmara, Sebastião Arlindo Pereira (PSDC), está como prefeito interino.

A eleição deste domingo está confirmada e terá a segurança reforçada. Isso porque um dos candidatos a prefeito foi baleado na noite desta sexta-feira (30).

A cidade tem 5.794 eleitores, que vão escolher entre os candidatos Renato Soares de Freitas (PSD), o Renatinho, que tem como vice Anizio Cairo de Sousa (PEN), o Cairo, pela Coligação “Por Amor a Campo Florido”; Rufino Francisco Vieira Neto, o Rufino, tendo como vice Rubens Antonio Veronez, o Rubinho Veronez, que concorrem pela Rede Sustentabilidade (Rede); e Vanessa Zago Melo (PSDB), a Vanessa do Talibinha, tendo como vice Gilton Cesar Póvoa (PTB), o Gilton Póvoa, pela Coligação “Próspera Campo Florido”.

Em entrevista ao MGTV, os três candidatos falaram sobre as propostas para administrar a cidade.

Conforme divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG), o município tem 20 seções eleitorais, distribuídas por três locais de votação. Serão utilizadas 20 urnas eletrônicas e oito de contingência. Para organizar os trabalhos de votação, 80 mesários foram convocados.

Reunião após candidato ser baleado

O candidato a prefeito Renato Soares de Freitas foi baleado na cidade na noite desta sexta-feira. A vítima foi encaminhada para um hospital em Uberaba com quatro perfurações, sendo duas no ombro, uma no tórax e outra no pescoço.

De acordo com o advogado da coligação, o último boletim médico divulgado no sábado (1º) apontou que o candidato já passou por cirurgia e segue em observação na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde será reavaliado. O estado de saúde dele é estável.

O autor dos disparos ainda não foi encontrado. O caso é investigado.

Após o crime, uma reunião foi realizada neste sábado, na Câmara Municipal, entre a juíza eleitoral, vereadores e representantes das três coligações. Em comunicado após a reunião, a Justiça Eleitoral informou que está tomando todas as providências no sentido de garantir que a eleição ocorra normalmente.

Segundo a Justiça Eleitoral, as polícias Federal, Militar e Civil estão mobilizadas para a garantia da segurança no município do Triângulo Mineiro. “Esperamos que a população também colabore, respeitando as normas em vigor”, diz trecho do comunicado.

A Justiça ressaltou ainda que estão aptos a receber o voto dos eleitores os três candidatos a prefeito escolhidos em convenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.